+55 019 3829-3482  |  +55 019 3829-0841
 Participantes  |  +55 019 4062-8689

XX Congresso Brasileiro de Toxicologia 2017
O Grupo Kosmoscience foi uma das empresas selecionadas para participar das atividades pré-evento no XX Congresso Brasileiro de Toxicologia (CBTOX), realizado em Goiânia – GO, no mês de outubro de 2017.


XX Congresso Brasileiro de Toxicologia 2017
Postado por: Vania Correa em 17 de Outubro de 2017

O Grupo Kosmoscience foi uma das empresas selecionadas para participar das atividades pré-evento no XX Congresso Brasileiro de Toxicologia (CBTOX), realizado em Goiânia – GO, no mês de outubro de 2017.

O evento acontece a cada dois anos e é direcionado à comunidade científica com o intuito de estreitar a relação entre as várias áreas e subáreas deste universo de conhecimento e promover a troca de experiências científicas. Neste ano teve como tema “As estratégias da Toxicologia do século XXI para um mundo mais seguro e sustentável” e abordou, entre outras propostas, os métodos alternativos ao uso de animais em ensaios de segurança – Alternative Methods to Evaluation of Toxicity: Training by IIVS e Aplicação do Modelo Skinethic™ RHE (Episkin Academy).

Para a bióloga e doutora em farmacologia do departamento de SkinVitro da Kosmoscience, Michelle Sabrina da Silva, a participação em eventos como este é importante para que os profissionais acompanhem a evolução de pesquisas e estudos e também possam agregar conhecimento científico às discussões.

“Este é o congresso mais importante de toxicologia do Brasil e a Kosmoscience tem o compromisso de compartilhar suas recentes descobertas sobre métodos alternativos em prol da proteção dos animais, utilizados em pesquisas em todo o mundo. Este é um dos compromissos da empresa que acompanha de perto todas as discussões sobre aspectos regulatórios do tema em âmbito nacional”, reforça Michelle.

Durante o encontro, a Kosmoscience apresentou um modelo experimental de avaliação da permeação cutânea de produtos de uso tópico, através de uma técnica chamada de “Espectroscopia FTIR-ATR” utilizando fragmentos de pele ex vivo proveniente de cirurgia plástica eletiva, reforçando o compromisso da empresa com o desenvolvimento científico em avaliações de segurança e eficácia de produtos cosméticos e dermatológicos.