+55 019 3829-3482  |  +55 019 3829-0841
 Participantes  |  +55 019 4062-8689

Avaliação pré-clínica dos efeitos profiláticos do extrato de Pinus pinaster (Pycnogenol®) sobre a deposição cutânea de hemossiderina


Avaliação pré-clínica dos efeitos profiláticos do extrato de Pinus pinaster (Pycnogenol®) sobre a deposição cutânea de hemossiderina
Postado por: Samara Eberlin em 30 de Outubro de 2019

Surgical and Cosmetic Dermatology (2019), 11(2):121-5.
DOI: 10.5935/scd1984-8773.20191121319
Brenno Augusto Seabra de Mello Netto1, MD; José Marcelo Corassa1, MD; Gustavo Facchini2, PhD; Michelle Sabrina da Silva2, PhD; Samara Eberlin2, PhD.

A escleroterapia é o método mais utilizado para o tratamento de varizes dos membros inferiores tendo como complicação mais comum o aparecimento de manchas hipercrômicas na região do tratamento. O Pycnogenol® é conhecido há muito tempo como um flebotônico, anti-inflamatório e despigmentante da pele. Estudos já comprovaram a eficácia deste fármaco na prevenção e no tratamento da hiperpigmentação pós-inflamatória. Avaliar a eficácia do extrato de Pinus pinaster (Pycnogenol®; EPP) na prevenção de depósitos de hemossiderina em cultura de pele humana submetidos a estresse inflamatório. Fragmentos de pele humana foram estimulados com interleucina 1 alfa (IL-1?) para indução de uma resposta inflamatória e, concomitantemente, tratados com EPP para posterior avaliação histológica e semi-quantificação de hemossiderina. A avaliação histológica dos fragmentos de pele expostos à IL-1? revelaram uma densidade de hemossiderina 26,6% maior em comparação ao grupo controle. Por outro lado, os fragmentos de pele incubados concomitantemente com EPP mostraram reduções significativas na deposição de hemossiderina quando comparados ao grupo somente expostos ao microambiente inflamatório. Os resultados apresentados neste estudo apontam para um importante efeito do EPP (Pycnogenol®) na prevenção do acúmulo de hemossiderina originado pelo estresse inflamatório semelhante ao processo pós escleroterapia.