+55 019 3829-3482  |  +55 019 3829-0841
 Participantes  |  +55 019 4062-8689

Efeitos pré-clínicos de um dermocosmético na produção e marcação proteica de pró-colágeno tipo I e colágeno total


Efeitos pré-clínicos de um dermocosmético na produção e marcação proteica de pró-colágeno tipo I e colágeno total
Postado por: Samara Eberlin em 22 de Maio de 2018

31º Congresso Brasileiro de Cosmetologia, São Paulo, 22-24 Maio 2018
Andréia Feital da Costa Pereira, Maurizio Mercuri, Sheila Gomes da Silva, Amanda Francielli Pereira, Giulia Okamoto Maciente, Ana Lúcia Tabarini Alves Pinheiro, Michelle Sabrina da Silva, Gustavo Facchini, Samara Eberlin.


A busca por substâncias que possam retardar ou reverter o processo de envelhecimento cutâneo é uma ferramenta constante de pesquisa e desenvolvimento na área cosmética e dermatológica. Um evento inevitável no processo de envelhecimento é a diminuição na síntese das principais proteínas dérmicas, colágeno e elastina, além do fator de crescimento TGF-? (fator transformador do crescimento beta), essenciais para a sustentação do tecido. A mensuração de parâmetros como a produção de colágeno utilizando modelos experimentais de cultura de células ou pele humana pode ser uma ferramenta útil para avaliação da eficácia de produtos e ativos cosméticos com apelo de antienvelhecimento, antirrugas, restauração e manutenção da sustentação do tecido conectivo. Neste trabalho, culturas de pele humana foram tratadas com o produto teste UrMk por 48 horas para avaliação da síntese de pró-colágeno tipo I através da técnica de imunofluorescência e quantificação de colágeno total no sobrenadante das culturas. De acordo com os resultados apresentados, podemos concluir que o produto teste UrMk aumentou significativamente a produção de colágeno total em 71,28 % e a densidade de pró-colágeno tipo I em 40,13 %, quando comparado ao grupo controle. Os resultados obtidos nos permitem inferir que o produto teste UrMk exerce um efeito positivo na proteção da pele contra o envelhecimento através do aumento da produção de colágeno total e pró-colágeno tipo I, reduzindo a formação de rugas e aumentando a sustentação tecidual.