+55 019 3829-3482  |  +55 019 3829-0841
 Participantes  |  +55 019 4062-8689

Análises térmicas e mecânicas aplicadas no estudo de danos capilares promovidos por processos de coloração, descoloração e alisamento


Análises térmicas e mecânicas aplicadas no estudo de danos capilares promovidos por processos de coloração, descoloração e alisamento
Postado por: em 16 de Fevereiro de 2018

COlamiQ 2017
Macario, Leilane R.*; Picon, Francini C.; Grimaldi, Larissa M.; Albarici, Viviane C.; Hercolino, Caroline V.; Gosdag, Alloma S.; Pinheiro, Adriano S. Grupo Kosmoscience Ciência e Tecnologia Cosmética Ltda, Campinas, SP, Brasil.
leilane@kosmoscience.com

Introdução: Os danos causados na fibra capilar podem ser resultados tanto de esforços físicos quanto de processos químicos, como: descoloração, tingimento, relaxamento ou alisamento. A partir da Calorimetria Exploratória Diferencial (DSC) é possível investigar as alterações das estruturas ?-helicoidal dos filamentos intermediários. A partir da Termogravimetria (TG) é possível quantificar o conteúdo hídrico das fibras capilares pela variação da massa de água removida, associada às variações de temperatura.

Objetivo: Este estudo teve como objetivo analisar o comportamento das fibras capilares após processo de alisamento utilizando Ácido Glioxílico, em cabelos naturais, duplamente descoloridos e duplamente coloridos com coloração oxidativa permanente.

Métodos: O conteúdo hídrico e o nível de desnaturação proteica dos cabelos foram determinados por TG e DSC utilizando o equipamento Hitachi High-Tech, Series Simultaneous Thermal Analyzer, STA7200, que foram associados aos resultados de tensão deformação obtidos a partir da Máquina Universal de Ensaios, EMIC DL-500.

Resultados: De acordo com os dados obtidos via DSC, foi possível analisar a transição de fase cristalina da ?-queratina e, portanto, quantificar o nível de desnaturação da queratina presente nos cabelos naturais, descoloridos e coloridos antes e após o processo de alisamento. O conteúdo hídrico das fibras capilares foi obtido a partir dos dados da análise de TG. Os danos causados ao cabelo alteram sua dessorção de água, bem como sua estrutura, resultando em variações na porcentagem de deformação e na força na ruptura das fibras analisadas.

Conclusões: Nesse estudo foi possível observar diferenças de energia de desnaturação da ?-queratina, variações de conteúdo hídrico e mudanças de força de ruptura e porcentagem de deformação nos cabelos naturais, descoloridos e coloridos antes e após o processo de alisamento. Portanto, o conjunto das técnicas de análise térmica e resistência mecânica são ferramentas eficientes para avaliar danos nas fibras capilares.
Modalidad preferencial: ORAL