+55 019 3829-3482  |  +55 019 3829-0841
 Participantes  |  +55 019 4062-8689

Efeitos de uma formulação cosmética no componente vascular do melasma
XXIII Congreso Latinoamericano e Ibérico de Químicos Cosméticos, Cancún, Quintana Roo, México, 15?17 Mayo 2017


Efeitos de uma formulação cosmética no componente vascular do melasma
Postado por: Samara Eberlin em 01 de Junho de 2017

Estudos demonstram uma estreita relação entre o melasma e o aumento local da expressão de marcadores vasculares como o VEGF (fator de crescimento endotelial vascular) e iNOS (óxido nítrico sintase induzível). Melanócitos exibem receptores funcionais para o VEGF e essa interação tem sido implicada no aumento da atividade celular. A iNOS induz a liberação de óxido nítrico, o qual promove um estímulo da tirosinase e da transferência da melanina para o melanossomo. O objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos antiangiogênicos e clareadores de uma formulação cosmética despigmentante (BL-1) em cultura de células e pele humana. Fibroblastos, queratinócitos e melanócitos humanos, assim como, fragmentos de pele humana (obtidos de cirurgia plástica eletiva) foram incubados com BL-1 e expostos a radiação UV ou estresse inflamatório com IL-1? para posterior quantificação proteica de melanina, tirosinase, endotelina-1, PAR-2, VEGF e iNOS. Os fragmentos de pele foram submetidos a avaliação histológica com hematoxilina / eosina associada a técnica de Fontana-Masson para visualização melanina. Os resultados demonstraram que BL-1 promove uma redução na síntese de proteínas VEGF e iNOS indicando uma propriedade antiangiogênica. Em relação ao efeito clareador, BL-1 foi capaz de reduzir a produção de melanina em ambos os sistemas testes – cultura de melanócitos e pele humana. A ação despigmentante também foi revelada pela diminuição dos níveis de endotelina-1, PAR-2 e da atividade da tirosinase, quando comparado às culturas somente expostas a radiação UV. Nossos resultados permitem inferir que BL-1 apresenta um efeito antiangiogênico indicando um papel no componente vascular do melasma. Além disso, a propriedade clareadora observada reforça a utilização de BL-1 na prevenção e tratamento de melasma.