+55 019 3829-3482  |  +55 019 3829-0841
 Participantes  |  +55 019 4062-8689

Avaliação da Eficácia de Formulações Cosméticas na Prevenção Contra Danos Causados pela Radiação Infravermelha


Avaliação da Eficácia de Formulações Cosméticas na Prevenção Contra Danos Causados pela Radiação Infravermelha
Postado por: Samara Eberlin em 09 de Junho de 2016

XXII COLAMICQ (Congreso LatinoAmericano de Químicos Cosméticos), Uruguai, 27-29, Outubro, 2015.

A derme, bem como as camadas mais profundas da epiderme, são as estruturas mais danificadas durante o processo oxidativo induzido pela radiação solar e outros fatores ambientais. Um evento inevitável é a diminuição na síntese e degradação das principais proteínas dérmicas, colágeno e elastina, além do fator transformador do crescimento beta (TGF-?), essenciais para a sustentação do tecido. Essa diminuição associada ao aumento de enzimas proteolíticas como as metaloproteinases (MMPs) levam a um colapso da matriz extracelular e consequentemente aos sinais prematuros do envelhecimento cutâneo. O objetivo deste estudo foi avaliar as propriedades restauradoras e regeneradoras teciduais de um dermocosmético através da quantificação de colágeno total, colágenos tipo I e tipo III, elastina, TGF-? e migração celular, utilizando cultura de fibroblastos humanos. Os resultados demonstraram que o tratamento das culturas celulares com o dermocosmético promoveu um aumento de 18,7 % na produção de colágeno total, em relação a condição basal. Em relação aos colágenos tipo I e tipo III o aumento foi mais pronunciado, sendo que o dermocosmético elevou os níveis dessas proteínas em 1,8 e 2,7 vezes, respectivamente. Embora não significativa, a substância investigacional apresentou uma tendência em aumentar a produção de elastina. A substância investigacional também foi capaz de promover um aumento significativo de 4,1 vezes na síntese de TGF-?. Esses resultados estão em consonância com os obtidos no estudo de regeneração tecidual, onde o dermocosmético promoveu um aumento da migração celular e acelerando o fechamento do scratch. Os resultados obtidos nos permitem inferir que o dermocosmético avaliado exerce um efeito benéfico na prevenção do processo de envelhecimento cutâneo, aumentando a capacidade de retração e o poder tensor da pele, minimizando dessa forma o aparecimento de rugas e acelerando o reparo tecidual.